OS MELHORES INVESTIMENTOS FINANCEIROS PARA 2017 PORTUGAL

Longe vão os tempos em Portugal em que o melhor era manter o dinheiro bem guardado debaixo do colchão. Mesmo com a crise financeira e o colapso de algumas entidades bancárias portuguesas, investir continua a ser uma excelente opção. Além disso, há que perceber que é necessário atingir um equilíbrio entre apostar tudo em investimentos de risco e manter a poupança toda no mesmo produto. É que para cada altura da vida existe um plane certo. E, independentemente da escolha tomada, poupar vale mesmo a pena.

O primeiro passo a tomar é parar e pensar para si mesmo o que necessita. Precisa de dinheiro a curto prazo, ou seja, nos próximos cinco anos, e não pode arriscar em algo menos conservador? Se a resposta a esta questão for positiva, então a sua solução passa pelos depósitos a prazo. Estes são a melhor opção para aplicações até 5 anos de duração.

Portugal o nosso pais

Depois de tomar esta decisão, convém também perceber quanto dinheiro tem para investir. Se tem menos mais de 1000 euros e menos de 100 mil euros, então procure o banco que mais pague em depósitos a prazo e que não tenha qualquer tipo de restrições. Confira e compare as taxas de juros entre instituições bancárias e, de preferência, evite serviços adicionais como cartões de crédito, para poupar nas comissões.

Uma boa alternativa a estes depósitos a prazo são os certificados de tesouro Poupança Mais. Nas estações de Correios é possível recorrer a este tipo de instrumento financeiro, que têm uma taxa de juros anual bem generosa. Em 2016, esta era de 2,25 por cento, por exemplo.

Se por sua vez o seu mealheiro é inferior a mil euros, então o melhor é procurar um banco que ofereça melhores condições para valores mais baixos. No entanto, nestes casos raramente vale a pena o esforço. O rendimento acaba por ser baixo para tanto tempo de espera, justificando ainda menos o facto de ter de abrir uma conta de propósito só para aplicar o dinheiro em Portugal.

portugal maravilhoso

Por sua vez, se tem mais de 100 mil euros disponíveis para investir, então as suas opções são bem mais alargada. Aqui o melhor será mesmo negociar para conseguir o melhor acordo. O pior que lhe pode acontecer é acabar por optar por um dos depósitos a prazo que os bancos já oferecem. No entanto, se nessa negociação conseguir um aumento nem que seja de meio ponto percentual, então já terá uma vitória.

Existem algumas dicas que pode ainda tomar com montantes elevados. E a principal é dividir o montante por vários bancos, beneficiando de diferentes tipos de acordo e de diferentes taxas de juros. Ou seja, opte por aplicar diferentes montantes de 100 mil euros em diferentes instituições bancárias. Outra dica importante passa por procurar bancos cujos depósitos até 100 mil euros estejam garantidos. Uma boa opção são os bancos estrangeiros a operar em solo nacional, uma vez que essa garantia é dada por outro organismo que não o Fundo de Garantia de Depósitos, que como sabemos pode ser pouco fiável.

Finalmente, se gosta de correr riscos, então experimente a bolsa de valores. Invista o seu pé de meia em acções e faça crescer a sua rentabilidade de uma forma mais rápida e em menos tempo. Não necessita sequer de ter um conhecimento aprofundado no mundo da bolsa, mas pode sempre recorrer antes a um fundo que reuna acções de todo o mundo. Esta é a opção mais simples e barata. Existem ainda bancos que servem de intermediários com estes fundos.

No fundo, as opções disponíveis no mercado financeiro são variadas. Contudo, o mais importante é decidir de forma sensata e responsável. Não comprometa o seu orçamento familiar e lembre-se que não existem fórmulas mágicas de ganhar dinheiro. No entanto, no poupar é que está o ganho, já diz o adágio popular portugues.

Desentupimentos Portugal